O PASTOR
» História da raça
» Padrão oficial
» Personalidade
 
NOSSAS MATRIZES
» Melissa
» Lupytta
» Rayssa
» Gretha
» Ana Lúcia
» Kika
» Patty
» Babaloo
» Crystal
» Gertrudes
» Giovanna
NOSSOS PADREADORES
» Panzer
» Holy
» Joaquim
 
CÃES APOSENTADOS
» Bianca
» Frida
» Neve
» Andrea
 
NINHADAS
» Disponíveis
» Previstas
 
CUIDADOS
» Com o filhote
» Saúde
» Higiene
» Alimentação
 
MATÉRIAS SOBRE A RAÇA
» O polêmico Pastor Branco
» A vida com um Pastor
» Nomes e vertentes
 
INFORMAÇÕES
» Para saber mais...
» Direitos dos Animais

 

O Pastor Branco Suíço pode eventualmente apresentar alguns problemas típicos de cães grandes:

» Displasia: (uma má formação das articulações de bacia que podem deixar o animal com graves sequelas antes mesmo de terminada a fase de crescimento)

» Problemas de aprumo, desenvolvidos por cruzamentos inadequados e/ou alimentação pobre em vitaminas e cálcio.

» Torção Gástrica: Comum a cães com tórax profundo e que faz com que o animal retenha gases no seu interior devido a uma rotação do estômago. Como medida preventiva, basta alimentar seu cão em uma vasilha mais elevada.

» "Jarretes de Vaca": Comum em cães que são criados em lugares de piso liso. Os Pastores podem desenvolver problemas nas patas, que se curvam para dentro.

 

Outro cuidado muito importante a ser tomado com a saúde do cão é a VACINAÇÃO, proteção vital e de extrema importância, que garantirá a imunidade a diversas doenças, algumas delas mortais.

TABELA DE VACINAÇÃO
Idade Vacina Dose
Entre 42  dias de vida V 10 1ª dose
  Tosse de canis 1ª dose
66 dias de vida V 10 2ª dose
  Giardia 1ª dose
  Tosse de canis 2ª dose
84 dias de vida V 10 3ª dose
Giardia 2ª dose
105 dias de vida V 10 4ª dose
Anti-rábica Dose anual
V 10 - Vacina Dectupla - protege contra: Cinomose, Hepatite (2 tipos), Leptospirose (4 tipos), Pavovirose, Parainfluenza, Coronavirose.

Daí por diante, é necessário o reforço de vacinas uma vez por ano.
Para facilitar e evitar esquecimentos, procure vacinar os cães anualmente no mês de janeiro.

Lembre-se de que, sem a imunidade adequada, seu cão não deve ser levado a praças, parques e jardins nem ter contato com outros cães que não estejam vacinados.

Conheça as doenças que as vacinas combatem:

» Cinomose: Doença causada por vírus (família Paramyxoviridae) e sua transmissão é pelo ar. O cão contaminado pode apresentar febre, sintomas dos tratos gastrointestinais e respiratório. A doença é transmitida principalmente pelas secreções dos animais infectados.

» Coronavirose: Doença transmitida por vírus e sua contaminação é através das fezes de animais contaminados pela moléstia, infectando principalmente o trato intestinal. Os sintomas são: diarréia (sem a presença de sangue, mas de coloração alaranjada), vômitos, perda do apetite, letargia e febre.

» Giardíase: Doença provocada por um protozoário, a Giardia. A transmissão ocorre através da rota fecal-oral, mais comumente através da água contaminada. A transmissão ainda pode ocorrer através da contaminação fecal em canis e abrigos de animais. Os animais infectaos apresentam sintomas como fezes moles, odor fétido e algumas vezes diarréia, vômito e motilidade intestinal aumentada, animais afetados podem apresentar perda de peso secundária à diarréia, mas raramente apresentam inapetência.

» Hepatite: É essa virose denominada resumidamente como HCC (Hepatite Canina Contagiosa), caracterizando-se por uma hepatite e perihepatite fibrinosa, edema da vesícula biliar e em alguns casos por diásteses hemorrágicas. Os principais sintomas são a presença de febre, sintomas dos tratos gastrointestinais e respiratório.

» Leptospirose: É uma enfermidade bastante comum em épocas de chuvas. É uma doença causada por bactéria, a Leptospira. A doença é causada principalmente pela urina que dos ratos e os camundongos. Os principais sintomas são anorexia, apatia, vômito e febre evoluindo para anemia, icterícia, poliúria, polidipsia, diarréia, a urina pode apresentar-se com sangue e aparecem erosões (úlceras) na boca ou língua.

» Parvovirose: É uma das viroses mais conhecidas e mais contagiosas entre os cães domésticos, sendo também chamada de Enterite Canina Parvoviral. A doença se estabelece principalmente no sistema digestivo, causando elevação da temperatura interna (nos cães mais jovens) e hipotermia (nos cães adultos), sonolência, falta de apetite e inchaço na região dos olhos, inflamação do estômago, fígado e intestino.

» Raiva: A raiva canina é uma doença contagiosa, que se transmite pelo contato, e quando os sintomas aparecem são de grande intensidade. É causada por um vírus (Rhabdovirus) que atinge de maneira letal o sistema nervoso do indivíduo contaminado e é transmitida através da saliva dos cães raivosos. Caracteriza-se por perturbações nervosas de origem cerebral e medular, com excitação, depressão, paralisia e finalmente a morte do animal.

» Tosse dos Canis: A doença pode ser causada por vírus (Parainfluenza e Adenovirus tipo 2), bactérias (Bordetella bronchiseptica) ou fungos e é altamente contagiosa entre os cães através do contato direto entre os animais. O cão pode apresentar sintomas que lembram muito o resfriado humano, com tosse, espirros, febre, falta de apetite e corisa. Essa doença pode aparecer em qualquer época do ano, porém, há uma maior predisposição nos meses frios pela baixa temperatura.

.

FONTE PARCIAL: THE DOG TIMES / REVISTA CÃES E CIA


Canil Scatle - www.canilscatle.com.br
Cotia - SP
Telefone: (11) 4159-1797 / 97161-7628